Tubinando o Arduino com: ZIF soquete 28pinos

|

Uma das vantagens do arduino modelo UNO ou Duemilanove e´ poder remover o microcontrolador Atmega(chip) que e´ DIP e por um outro para gravar.
Esse procedimento delicado pode ser um problema se voce tem o "dedo grosso" ou deseja fazer varias gravações.
Bem... Vamos mostar como turbinar seu arduio e permitir a troca do chip de forma facil e rapida com um ZIF de 28pinos.
Veja como proceder.


Inicialmente devemos remover o atmega que esta no arduino.
Use uma ferramenta apropriada ou retire aos poucos com uma chave de fenda(muito cuidado).





Feito isso... Prepare-se para a etapa mais importante:
Use uma chave de fenda pequena, de preferencia, para levemente folgar os pinos de entrada do soquete original.
Faça isso em cada furo. Levemente.
Sem isso ficara difícil o ZIF entrar. ok?






Então basta encaixar com se o ZIF fosse um chip normal.
Ele ficará bem fixado.




A alavanca permitira remover ou adicionar os Atmegas.
E´ importante lembrar que os novos chips Atmega a serem adicionados deve ter o bootloader do arduino para rodar normalmente.

 Tudo deve ficar assim:



Uma aparencia nova ao seu Arduino. Super joia!!
Gostou desta Aula? Incentive visitando:
LOJA do Brasilrobotics

5 comentários:

Unknown disse...

Onde compro esse socket? Queria muito um desses!

Unknown disse...

Onde encontro esse socket para comprar? Preciso de um desses!

Brasilrobotics disse...

olá

Costumamos vender na nossa loja mas no momento está em falta.
entre em contato que damos um retorno assim que disponivel

Vivis disse...

Boa tarde, eu consigo gravar o bootloader direto no arduino sem precisar fazer um gravador avr?

Brasilrobotics disse...

Olá Vivis

Acredito não ser possível. E desconheço algum método que faça.
O bootloader seria uma porta de entrada dos códigos sem ele não tem como gravar via serial pois faltaria uma porta de acesso.
O gravador AVR é essa mesma porta de entrada só que externa. Uma estrutura física externa(gravador AVR) e não um código interno(boot).
Note que o bootloader consome parte da memória do Arduino. Caso seja corrompida essa memória você não grava mais o código.
Usando uma gravador AVR e o AVR Studio você joga o que seria o bootloader para uma peça externa assim não ocupa espaço e descarrega um .hex diretamente no chip ATMEGA(e esse não precisa de boot). Ganha uma pouco mais da memória.
Na prática o bootloader é um "pulo do gato" que torna a gravação mais simples e barata e a desvantagem é que consome parte da memória e pode sofrer alguma avaria(o que é bem raro) e precisar ser gravado outra vez.
Com dois(2x) arduinos você pode descarregar um código de gravação em um, tornando-o um gravador AVR e dar um boot no outro.
Mas existem vários tipos de gravadores AVR. Esse seria o mais simples. Outros permitem verificar o código linha por linha. Você executa e o AVR faz apenas a linha que vc selecionar. São ferramentas que ajudam a desenvolver de forma profissional.
No link abaixo tem mais detalhes sobre o tema do boot do arduino:
https://www.arduino.cc/en/Hacking/Bootloader?from=Tutorial.Bootloader

 

©2010 Brasil Robotics | by Gamesh_